Seja qual for a sua situação financeira, o mais importante é celebrar o Dia dos Namorados

Instrutor MoneyFit dá dicas de como escolher o presente sem prejudicar as finanças, seja para as pessoas que estão no vermelho; que ainda estão no limite de suas despesas ou até mesmo para aquelas que estão com as contas em dia, mas que podem economizar ainda mais


Seja qual for a situação financeira de cada pessoa nessa data, o mais importante é surpreender a pessoa amada, reconquistar um grande amor e até mesmo ganhar um novo companheiro (a). Por isso o dia 12 de junho – Dia dos Namorados – é sempre muito esperado e comemorado. Mas, se as finanças não estão em dia ou se já passaram do limite, como agir? E para as pessoas que estão em dia com as suas contas será que dá para economizar ainda mais? Confira abaixo as dicas sobre esses três tipos de consumidores de Antonio de Julio instrutor MoneyFit, método integrado de desenvolvimento financeiro e pessoal. Além dessas dicas, Antonio de Julio ressalta que antes de dar um presente a quem amamos, o importante também é estarmos presentes até mesmo nos momentos mais difíceis. Isso é o verdadeiro significado da união”, ressalta Antonio de Julio.

Se uma pessoa tem uma reserva que pode ser usada para dar um presente, procure escolher bem o que vai dar para o seu amor. Procure por boas ofertas, fuja da tentação de comprar na primeira loja que aparecer, veja se a loja pode dar um bom desconto à vista e faça sua compra. Se for oferecer um jantar romântico, procure fazer uma reserva antecipada para não ficar horas na porta até ser atendido. Em relação a roupas e afins, o número de trocas nas lojas após datas comemorativas é muito alto, principalmente nas de roupas e calçados, e às vezes isso poderia ser evitado com uma simples conversa. Muitas pessoas confundem o que gostariam que seu par usasse com o que ele gostaria de usar.

Se a reserva de dinheiro está curta e as finanças permitem apenas uma lembrança “mais em conta”, porque não juntar um pouco de cada um e comprar um presente único para os dois? Pode ser um jantar, até mesmo chamar mais casais para uma confraternização, uma festa em casa, com uma decoração mais propícia para a data. Vale usar da criatividade. Um jantar a luz de velas é muito romântico e não custa muito. Muitas vezes um esforço de fazer um bom presente é mais reconhecido do que simplesmente ir à loja e passar o cartão de crédito e levar um embrulho, ou passar horas na fila de um restaurante. Lembre-se que nessas datas os preços costumam subir um pouco, devido à procura.

Agora, se as finanças estão no vermelho e o cheque especial sendo usado, o que vale mais aqui é o consenso entre o casal, ainda mais se apenas uma pessoa estiver endividada e a outra não. Muitas pessoas entram em dívidas apenas para poder retribuir algo que recebeu, e isso, acredite, vai trazer mais desafetos do que bons momentos no futuro para esse relacionamento. O dia dos namorados é uma data romântica, o comércio sabe disso e precisa vender. Afinal, todos precisam pagar contas e manter os estabelecimentos abertos. Mas, lembre-se que antes de dar um presente a quem você tem afeto, o importante também é ESTAR PRESENTE nos momentos mais difíceis. Isso é o verdadeiro significado da união pela qual São Valentim lutou bravamente e foi condenado à morte.


Curiosidade: São Valentim lutou contra as ordens do imperador Cláudio II, que havia proibido o casamento durante as guerras, acreditando que os solteiros eram melhores combatentes. Mas existem outras versões. No Brasil é comemorado no dia 12 de Junho. É uma data que celebra a união amorosa entre casais, onde a troca de presentes é muito comum.


Quem Faz o MoneyFit

Antonio Fernando De Julio é conferencista, palestrante e coach. Criador do programa integrado de desenvolvimento financeiro MoneyFit®, atua na área de finanças há seis anos. Tem como formação a análise de sistemas e a publicidade, atua como trader independente de ações e opções na Bovespa e como consultor de finanças pessoais, utilizando o método MoneyFit®. Tem interesse nas áreas de finanças pessoais, desenvolvimento pessoal, educação e empreendedorismo.

Andre Massaro é conferencista, palestrante e coach. Criador do programa integrado de desenvolvimento financeiro MoneyFit®, atua na área de finanças há mais de quinze anos.Administrador com pós-graduação em Economia, já foi executivo financeiro de empresas e instituições financeiras. Atualmente atua como trader independente de derivativos na bolsa de valores e como consultor de finanças pessoais, utilizando o método MoneyFit®. É autor do livro MoneyFit (Editora Matrix).

SOBRE O PROGRAMA MONEYFIT – www.moneyfit.com.br

O nome MoneyFit® ” vem de “money” (dinheiro em inglês) e “fit”, que quer dizer “boa forma”. O MoneyFit® é um programa integrado de desenvolvimento pessoal e financeiro, cujo objetivo é atrair maiores e melhores oportunidades para os participantes. É um programa realista, baseado em técnicas simples, porém, altamente poderosas. Não estamos falando de mais um programa de educação financeira: ele é muito mais que isso. É um programa que envolve várias áreas do conhecimento além das finanças. O conteúdo é apresentado de uma forma leve e acessível e é facilmente absorvido, inclusive por pessoas que nunca tiveram contato com assuntos financeiros. E aqueles que já têm experiência com finanças também vão aprender coisas novas e aprimorar seus conhecimentos.

Informações à Imprensa:
Anna Karina Spedanieri
imprensa@moneyfit.com.br
(11) 9722-6600

Postagens mais visitadas deste blog

FINANÇAS PESSOAIS: CINCO SINAIS QUE VOCÊ DEVE EVITAR EM 2020

DEMANDA POR SMARTLOCKERS CRESCE 30% NA LOGÍSTICA DO E-COMMERCE

Coronavírus: como as decisões dos governos afetam nosso bolso?