Saiba como escolher o protetor solar ideal


O professor e cosmetólogo Paschoal Rossetti Filho ensina como escolher o produto e as informações que os consumidores devem observar na embalagem

Produtos precisam proteger a pele contra raios solares UVA E UVB e trazem dados sobre o FPS e o PPD nas embalagens



Atualmente, o mercado disponibiliza várias opções de marcas e embalagens quando o assunto é protetor solar. Mas, ao mesmo tempo, existem muitas dúvidas sobre qual formulação pode ser ainda mais eficiente para evitar queimaduras, vermelhidão e o fotoenvelhecimento cutâneo. Os raios solares são responsáveis pelas rugas, pelas manchas e, até mesmo, pelo temido câncer de pele.

Segundo o Professor Paschoal Rossetti Filho, especialista em cosmetologia, diretor de Pesquisa e Desenvolvimento do Instituto Mezzo de Cosmetologia e Estética e fundador da Mezzo Dermocosméticos, o protetor ideal para o corpo e rosto precisa ser eficiente contra os raios solares UVA e UVB.

“As pessoas não percebem a sua ação da radiação solar UVA, mas os raios penetram na epiderme e chegam até a derme (camada mais profunda). Esse tipo de radiação não provoca ardência e queimaduras, mas é perigosa e capaz de alterar o DNA celular, causando doenças, como o câncer. Os raios UVB são superficiais, mais perceptíveis e responsáveis pela vermelhidão e pelo efeito bronzeado”, explica o Professor Paschoal Rossetti Filho..

Protetores com a identificação apenas do FPS (fator de proteção solar) agem somente contra os raios UVB, ou seja, protegem a pele de forma superficial. Além do FPS, o produto deve proporcionar a proteção contra os raios UVA e trazer a identificação PPD que indique que a formulação ‘blinda’ a pele em relação aos raios que chegam às camadas mais profundas da derme. “É importante que os produtos ofereçam proteção FPS e PPD para os raios UVB e UVA, respectivamente. O conceito PPD, que informa a proteção à pele contra os raios UVA, chegou há pouco tempo no Brasil. Esse é um tipo de informação precisa ficar cada vez mais popular, para que o consumidor saiba escolher o protetor solar mais eficiente para o dia a dia e também para as atividades ao ar livre”, alerta Paschoal.

O cosmetólogo alerta que quem escolhe o protetor somente pelo FPS terá proteção apenas contra a vermelhidão e ficará exposto à radiação que gera o fotoenvelhecimento, capaz de provocar rugas, menor produção de colágeno, ácido hialurônico e elastina, substâncias que ajudam na sustentação e hidratação da pele e diminuem a flacidez.

Outro ponto importante é que as pessoas precisam proteger a pele durante o ano inteiro, quando estão em casa, no escritório e nas ruas com FPS 30 e PPD 12, capaz de proteger a pele de 97% dos raios solares que a atingem todos os dias. “Ficar exposto ao sol antes das 10 horas e depois das 17 horas, é bom para o organismo, pois estimula a produção de cálcio para os ossos e melhora a produção de células no sangue, mas a proteção não pode ser esquecida. O fotoprotetor deve ser aplicado a cada duas horas no rosto e no corpo quando estiver na praia ou piscina”, finaliza Paschoal Rossetti Filho.

Confira abaixo a linha Fotoproteção da Mezzo Dermocosméticos que oferece proteção para o rosto e corpo contra os raios UVA e UVB e trazem na embalagem as siglas FPS e PPD.


Stick Fotoprotetor FSP FotoActive Labial MEZZo (3,5g) – Stick Fotoprotetor labial Anti-UVAe Anti-UVB. Ele assegura ampla proteção contra os efeitos imediatos e cumulativos da exposição solar, auxiliando na prevenção do fotoenvelhecimento. Ajuda a previnir queimaduras solares. Recomendado para pele extremamente sensível que sempre apresenta eritema. Oferece alta proteção contra queimaduras solares. Preço sugerido R$ 19,29


Fotoprotetor FPS 30 PPD 12 FotoActive Mezzo (60g) - Fotoprotetor de textura suave anti-UVA e anti-UVB. Ele assegura ampla proteção contra os efeitos imediatos e cumulativos da exposição solar, auxiliando na prevenção do fotoenvelhecimento. Ajuda a prevenir queimaduras solares. É indicado para todos os tipos de pele. Recomendado para pele extremamente sensível que sempre apresenta eritema. Oferece proteção alta contra queimaduras solares. Preço Sugerido R$ 79,30.

Loção Tonalizante FPS30 PPD12 FotoActive MEZZO - Fotoprotetor facial tonalizante de textura suave, anti-UVA e anti-UVB. Ele assegura ampla proteção contra os efeitos imediatos e cumulativos da exposição solar, auxiliando na prevenção do fotoenvelhecimento. Ajuda a prevenir queimaduras solares. Recomendado para pele extremamente sensível que sempre apresenta eritema. Oferece muita alta proteção contra queimaduras solares. Indicado para peles morena clara. Preço sugerido: R$ 96,00
Fluido Fotoprotetor FPS30 PPD12 FotoActive MEZZO - Fluido Fotoprotetor livre de óleo, de textura suave, anti-UVA e anti-UVB, assegura ampla proteção contra os efeitos imediatos e cumulativos da exposição solar, auxiliando na prevenção do fotoenvelhecimento. Ajuda a prevenir queimaduras solares. Indicado para todos os tipos de pele, inclusive peles oleosa e acneica. Recomendado para pele extremamente sensível que sempre apresenta eritema. Oferece muita alta proteção contra queimaduras solares. Preço sugerido: R$ 85,00

Para aquisição dos produtos da Mezzo Dermocosméticos, a empresa implantou, desde 2010, seu sistema de franquias denominado I-MEZZO - Instituto Mezzo de Cosmetologia e Estética, cujas unidades atuam na comercialização dos dermocosméticos de uso em protocolos de tratamento estético, como rejuvenescimento e redução de celulite, na venda de produtos home care e na promoção de treinamentos diferenciados para atualização profissional. O instituto já tem unidades em funcionamento nas cidades de São Paulo (SP), Ribeirão Preto (SP), Penápolis (SP), Paranavaí (PR), Santos (SP) e Belo Horizonte (MG). Ainda este ano serão inauguradas lojas no Rio de Janeiro (RJ) e Santo André (SP). Os produtos também são comercializados pelo site www.mezzodermocosmeticos.com.
O SAC da empresa é 0800 777 5666.

Postagens mais visitadas deste blog

FINANÇAS PESSOAIS: CINCO SINAIS QUE VOCÊ DEVE EVITAR EM 2020

DEMANDA POR SMARTLOCKERS CRESCE 30% NA LOGÍSTICA DO E-COMMERCE

Coronavírus: como as decisões dos governos afetam nosso bolso?