ÁPICE PROMOVE CIRANDA DE INOVAÇÃO PARA A INDÚSTRIA ESPORTIVA NO BRASIL

Junho de 2015 – No dia 26 de junho, das 14h às 16h, o Comitê de Inovação da Associação Pela Indústria e Comércio Esportivo (ÁPICE) promoverá em seu escritório localizado na capital paulista, a 1ª Ciranda de Inovação. Este primeiro encontro contará com a presença de Walter Rodrigues, designer e coordenador do Núcleo de Design da Associação Brasileira de Empresas de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos (Assintecal). O objetivo do encontro é discutir as oportunidades de inovação na indústria de esportivos no Brasil (calçados, têxtil e acessórios) e está sendo promovido para discussão entre os associados da entidade (a Associação congrega as principais marcas do setor: adidas, Alpargatas, Asics, Nike, Oakley, Paquetá, Puma, Skechers e Under Armour).

Segundo Marina Carvalho, diretora-presidente da ÁPICE, a associação tem uma agenda positiva extensa para o período de 2015/2016 que prevê também fomentar o P&D em inovação tecnológica e design, que valorizem a marca Brasil para os brasileiros. A entidade pretende incentivar a indústria sobre oportunidades e programas de fomento neste assunto.

Com sede na capital paulista (SP), a ÁPICE (Associação pela Indústria e Comércio Esportivo) representa o setor de produtos esportivos. As ações desenvolvidas pela ÁPICE envolvem o aperfeiçoamento da qualidade dos produtos esportivos, o combate à falsificação, facilitar o acesso dos consumidores a produtos esportivos com valores justos, aumentar a competitividade do setor brasileiro nas cadeias globais de valor, com o incentivo a novas tecnologias, práticas sustentáveis, qualificação e desenvolvimento contínuo da mão de obra. Além disso, pretende promover o esporte como plataforma de inclusão social. Atualmente, as empresas associadas são: adidas, Asics, Alpargatas, Nike, Oakley, Puma, Paquetá, Skechers e Under Armour. Site: apicebrasil.org.br (Texto desenvolvido por Anna Karina Spedanieri).

Postagens mais visitadas deste blog

FINANÇAS PESSOAIS: CINCO SINAIS QUE VOCÊ DEVE EVITAR EM 2020

DEMANDA POR SMARTLOCKERS CRESCE 30% NA LOGÍSTICA DO E-COMMERCE

Coronavírus: como as decisões dos governos afetam nosso bolso?