DESENHO INFANTIL É O TEMA DA EXPOSIÇÃO GRATUITA “CUMULUS”

•As obras são influenciadas por livros didáticos e infantis, que ajudam na construção de personagens simples e figurativos com situações emocionais e sociais do dia a dia
•As técnicas de expressionismo e Street art são aplicadas nestas pinturas que carregam o estilo de crianças simples e presentes em brincadeiras populares
•Alunos de escolas públicas da Região Metropolitana de São Paulo também vão de participar de workshop durante a exposição



São Paulo, junho de 2016 – Entre os dias 2 de junho e 8 de julho, acontece na Casa de Cultura de Franco da Rocha, Região Metropolitana de São Paulo, a exposição gratuita e aberta ao público: “Cumulus” do artista plástico Antonio Mosko. A expressão Cúmulus vem do latim e significa amontoados ou categoria de nuvens de baixas alturas, de bases horizontais e formatos definidos. Serão apresentadas 52 obras desenvolvidas com grande influência em livros didáticos e infantis, produzidos em telas, chapas, madeiras, papelões, entre outras. No dia 3 de junho, às 13 horas, Antonio Mosko também ministrará palestra sobre a exposição para professores da rede pública.

Mosko explica que para criar algumas de suas pinturas, foi muito interessante pensar como a nuvem se comporta suspensa no céu definindo formas e estruturas imaginarias. “No desenho infantil por exemplo, um dos elementos mais representados são as nuvens associadas a cenas como paisagens ou outras representações. Aproveitar deste imaginário infantil para compor outras ideias ou técnicas é algo interessante, direto e livre de se produzir”, destaca.

O artista plástico explica que suas obras têm forte influência nos livros didáticos e infantis, que ajudaram muito na construção de seus personagens simples e figurativos, mas com fortes traços. Todos eles, buscam brincar com situações emocionais e sociais do dia a dia com base nas técnicas de pinturas do expressionismo e Street art que destacam ainda mais estilo de crianças simples e presentes em brincadeiras populares infantis.

A exposição individual Cumulus também trará uma série de pinturas inspiradas como base a pesquisa nos desenhos infantis garatujas e pré-esquema que são traços que as crianças pequenas desenham na tentativa de representar o que interpretam do mundo à sua volta. Outro destaque será a apresentação de pinturas feitas em materiais de descarte como chapas de pallet, papelão e objetos recolhidos na rua para ser utilizado como suporte, ilustrações e gravuras. Durante o período da exposição, também serão definidas datas para o desenvolvimento de workshops para alunos das escolas públicas.

Serviço: Exposição gratuita e aberta ao público - Cumulus
Local: Centro de Cultura Franco da Rocha
Endereço: Rua Dona Amalia Sestine, n 85, Centro, Franco da Rocha – SP (em frente à estação do Trem).
Data: 2 de junho a 8 de julho de 2016
Vernissage / abertura: 2 de junho, às 18 horas.


SOBRE ANTONIO MOSKO (www.antoniomosko.com.br) - O artista Antonio Mosko, nasceu em 1987, em Franco da Rocha, cidade da Região Metropolitana de São Paulo. Iniciou no desenvolvimento de obras e pinturas como autodidata e fez cursos de desenho e pintura, tem certificados em História da Arte e Arte brasileira pelo MUBE – SP e em arte contemporânea pela Pinacoteca do Estado de São Paulo. Atuou como educador em oficinais culturais e projetos sociais principalmente com crianças e adolescentes de 5 a 15 anos. Além disso, participou de exposições em conjunto com outros artistas e já foi convidado em diversos eventos e murais de graffiti. Em 2013 ganhou menção honrosa no circuito Mapa Cultural Paulista, além de premiações em concursos para Revista Computer Arts, Close-up e Secretária de Educação de São Paulo.

Postagens mais visitadas deste blog

FINANÇAS PESSOAIS: CINCO SINAIS QUE VOCÊ DEVE EVITAR EM 2020

DEMANDA POR SMARTLOCKERS CRESCE 30% NA LOGÍSTICA DO E-COMMERCE

Coronavírus: como as decisões dos governos afetam nosso bolso?