COM BASE NA LEI DO MOTORISTA PROFISSIONAL, Nº 13.103/15, GRUPO ATIVA ALERTA SOBRE OS MALEFÍCIOS DO CONSUMO DE ÁLCOOL


NOVEMBRO/2016 - A Ativa Logística, um dos maiores operadores logísticos de medicamentos e cosméticos no Brasil, coloca em prática, o Programa “Zero Álcool” para mais de 400 funcionários da sede da empresa, na Zona Norte da capital paulista. Para os próximos meses, a intenção é implantar o programa nas 21 unidades localizadas nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo e Paraná.

Segundo Emerson Pereira dos Santos, Coordenador de Segurança do Trabalho, o objetivo inicial da campanha na empresa é promover e incentivar os cuidados com a saúde, alertando sempre sobre os malefícios do consumo do álcool, principalmente durante o horário de trabalho.

O teste do etilômetro / bafômetro será realizado todos os dias com os motoristas responsáveis pela entrega das cargas, ajudantes e funcionários que trabalham nos setores administrativos, operacionais e prestadores de serviços. “Acredito que essa iniciativa vai ajudar também na prevenção contra acidentes de trabalho e danos materiais causados à própria empresa, prestadores de serviços e clientes”, disse.

Os testes serão realizados na portaria do Grupo Ativa pela área de segurança patrimonial, em uma sala reservada, de forma individual. Se o teste for positivo, igual ou superior a 0,05 mg/L, o funcionário será dispensado do dia de trabalho. Segundo Emerson, a intenção não é punir severamente o funcionário, mas alertá-lo sobre os malefícios de ingerir bebida alcoólica durante o expediente de trabalho.

Emerson explica ainda que o programa é previsto por lei federal. O artigo 235-B da lei 13.103/15, que dispõe sobre o exercício da profissão de motorista profissional, afirma que a recusa do empregado em submeter-se ao teste ou ao programa de controle de uso de droga e de bebida alcoólica previstos no inciso VII será considerada infração disciplinar, passível de penalização nos termos da lei.

Algumas empresas das áreas de transportes e logística já implantaram iniciativas como essa, mas a tendência é que esse tipo de ação aumente nos próximos anos, acredita Emerson, e a Diretoria do Grupo Ativa que apoia e incentiva a ação.

Com 20 anos de história, a Ativa Logística (www.ativalog.com.br) é um dos maiores operadores logísticos de medicamentos e cosméticos no Brasil. Com mil empresas atendidas, 80% delas do setor de saúde e bem-estar, responsáveis pela movimentação de mais de 14 mil toneladas mensal em todo o território nacional, a Ativa Logística atende integralmente a todas as normas e resoluções da Anvisa para a armazenagem e o transporte de remédios, inclusive as constantes na portaria nº 344/98.

No início de 2016, para impulsionar ainda mais os negócios oferecendo agilidade no prazo de entrega aos parceiros do mercado farmacêutico, a empresa realizou a aquisição da Trans Model Air Express (www.transmodel.com.br). Para os próximos anos, com as necessidades e exigências do setor farmacêutico, a meta da empresa é se tornar líder neste segmento, em relação à prestação de serviços nos modais de logística, transporte rodoviário e aéreo.

O portfólio de clientes da Ativa também possui empresas dos segmentos HPC, hospitalar, calçadista, têxtil, de brinquedos, produtos veterinários e eletroeletrônicos. Com uma frota de mais de 800 veículos, realiza operações para todo o Brasil, por meio de operador logístico e pelas suas 21 unidades localizadas nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo e Paraná. A companhia realiza, em média, 150 mil entregas mensais. Em 2015, recebeu três ouros no Prêmio Fox, da Hypermarcas, como a melhor empresa de transportes de medicamentos dos Centros de Distribuição de Cajamar (SP), Contagem (MG) e Duque de Caxias (RJ). A empresa foi premiada em 1º lugar na categoria Transporte Terrestre de Medicamentos e obteve menção honrosa na categoria Armazenagem e Distribuição de Medicamentos do Prêmio Sindusfarma de qualidade 2016.(Matéria desenvolvida por Anna Karina Spedanieri).

Postagens mais visitadas deste blog

FINANÇAS PESSOAIS: CINCO SINAIS QUE VOCÊ DEVE EVITAR EM 2020

DEMANDA POR SMARTLOCKERS CRESCE 30% NA LOGÍSTICA DO E-COMMERCE

Coronavírus: como as decisões dos governos afetam nosso bolso?