GESTÃO PARA RESULTADOS É A APOSTA DAS EMPRESAS EM TEMPOS DE CRISE


JANEIRO 2017 - De janeiro a junho de 2016, cerca de 1.098 empresas fecharam suas portas no país, consequência dos impactos da crise econômica, segundo levantamento da Boa Vista SCPC - Serviço Central de Proteção ao Crédito. O número representa um aumento de 26,5% sobre o total de empresas que pediram falência no primeiro semestre de 2015. Ao final de 2016, muitas empresas contabilizaram quedas nas vendas, prejuízos com operações e faltou até mesmo dinheiro para pagar fornecedores. Para mudar esse cenário, muitas empresas estão “entregando” o comando do seu negócio a consultorias especializadas em gestão para resultados, explica Luiz Muniz, fundador da Telos Resultados e ex-sócio da Falconi Consultores de Resultado.

“Isso acontece não apenas pela somatória das várias causas políticas que conhecemos, mas também por causas técnicas que envolvem dentre tantas, deficiência em gestão que aumenta os desperdícios dos recursos, elevam-se os custos, perde-se a capacidade de realizar a venda e reduz a competitividade e lucro de um negócio. Quando não existe uma cultura baseada em gestão e método, uma organização é guiada por agendas urgentes, um quadro epidêmico de anomalias (...) e pelo excesso de improviso.”, explica Luiz Muniz.

Fundada em 2013, a Telos Resultados tem como foco preparar processos e gestão de seus clientes com foco nos resultados para aumentar a rentabilidade. Até hoje, a empresa já capacitou e certificou mais de 3 mil executivos sobre como alcançar resultados mais rápidos, além da consultoria para mais de 200 empresas nas áreas de varejo, franquias, energia, distribuição, indústria farmacêutica, transporte, engenharia, órgão público, aviação, entre outras.

De acordo com uma pesquisa realizada pela consultoria McKinsey, a cada 100 programas de melhoria, 70 fracassam, sendo que 72% desse universo de fracassos acontecem ou por falta de apoio da diretoria ou por resistência dos colaboradores, ou seja, é a cultura da empresa que impede a melhoria. “Por isso, quando um sistema de gestão é implantado, é preciso do compromisso e constância de propósito da alta direção da empresa para que todos os colaboradores alcancem a melhoria do coletivo”, explica Luiz Muniz.

A base para a melhoria dos resultados, é a motivação de cada colaborador. Para isso é deve se deixar claro o que se espera do trabalho de cada um, através de uma meta que contenha um objetivo, um valor e um prazo. Os especialistas da Telos Resultados têm como base, a aplicação do método para garantir o alcance de resultados mundialmente consagrado, denominado PDCA. Durante a construção desse ciclo evolutivo de gestão e melhoria de resultados, os funcionários aprendem, por exemplo, a definir metas, elaborar planos estratégicos táticos e operacionais, identificar e solucionar problemas que prejudicam o negócio, tratar anomalias e não conformidades, garantir padrões de excelência e realizar os rituais de gestão diários, mensais e anuais, entre outros.

A construção de um modelo de gestão está baseado nas pessoas e por isso deve ser permeado por meio de educação constante e comunicação clara. Não basta implantar a técnica, mas cuidar das pessoas para que o aprendizado seja realizado da forma mais eficaz possível.

A partir disso, equipe Telos Resultados desenvolve e aplica na prática, com foco na necessidade de cada empresa, dez módulos que englobam capacitação e treinamento gerencial até a avaliação patrimonial das empresas. A seguir, confira cada deles:


1.CAPACITAÇÃO E TREINAMENTO GERENCIAL
- Com base nos modelos de gestão de alta performance são desenvolvidos módulos de capacitação gerencial específicos para cada núcleo de atividade corporativa (gestão rotina, tática, estratégica, gestão projetos e planejamento orçamentário).

2.DIAGNÓSTICO MATURIDADE GERENCIAL - Análise dos padrões e ferramentas de gestão atuais, cujos detalhes são comparados com matrizes de gestão de alta performance para identificar oportunidades de aumento de lucro operacional.

3.EFICIÊNCIA OPERACIONAL - Baseada no conceito dos Círculos de Controle da Qualidade (CCQ’s), essa solução identifica os principais desperdícios operacionais, realinhando a operação por meio de planos de ação em sintonia com estratégias e diretrizes da empresa.

4.GESTÃO DE GASTOS E RECEITA - Baseada no conceito de Gestão Participativa, esta solução tática desenvolve a visão de "donos dos negócios", para os Gestores da empresa de forma que a peça orçamentária seja construída e executada com precisão. Começando pela previsão anual de vendas é possível definir, numa relação de causa e efeito, os padrões de custo e despesa para todas as áreas, bem como a preparação do corpo gerencial para atuar nos desvios, bem como a dinâmica de controle de resultados diários, semanais e mensais.

5.PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO – Através da identificação do posicionamento da empresa e de estudos comparativos da percepção de valor do cliente entregue pela empresa e pela concorrência, são definidos as metas de longo prazo, os pontos de decisão e os planos e projetos táticos para a reinvenção e perpetuidade do negócio.

6.FORMAÇÃO DE GREEN E BLACK BELTS - Identificação das principais oportunidades de lucro alinhadas às metas estratégicas da empresa. Definição dos projetos específicos para alcance dessas oportunidades incluindo os candidatos a Black / Green Belts que conduzirão cada projeto. Por meio de treinamentos para Black / Green Belts e assessoria presencial, os projetos específicos são desenvolvidos com base no método PDCA para alcance de seus resultados. Conta com certificação dos Especialistas ao final da formação.

7.INTERVENÇÃO GERENCIAL
- Disponibilização de profissionais que por meio do exercício da Liderança e fortes conhecimentos em Gestão e Finanças, ingressam como executivo temporário nas organizações com o objetivo de reverter resultados indesejados em curto espaço de tempo e formar seu sucesso.

8.GESTÃO DE PATRIMÔNIO E CAPITAL EMPREGADO - Identificação de oportunidades e definição de ações necessárias para aumentar o retorno sobre o capital investido desde a melhor utilização, proteção e alternativas de investimento.

9.RECURSOS HUMANOS - Programas de Carreira e Remuneração, Desenvolvimento de Política e Programa de Benefícios, Gestão de Desempenho, Pesquisa de Clima Organizacional e Pesquisa de Clima Organizacional.

10.CENTRO DE SERVIÇOS COMPARTILHADO
- Otimização dos resultados através da revisão dos processos, centralização das atividades transacionais, e estabelecimento de melhores práticas de modo a aumentar produtividade.


PERFIL LUIZ MUNIZ– É fundador da Telos Resultados e ex-sócio da consultoria Falconi Consultores de Resultado. Atua como consultor de empresas há mais de 15 anos na implantação de Modelos de Gestão em diversos segmentos, incluindo setor Atacadista/Distribuidor, Distribuidor Farmacêutico, Varejo, Logística, Aviação, Indústria, Energético, Franquias, entre outras. É engenheiro Químico, Mestre em Estratégia de Operações e especialista em empresas familiares. (Texto desenvolvido por Anna Karina Spedanieri).



Postagens mais visitadas deste blog

FINANÇAS PESSOAIS: CINCO SINAIS QUE VOCÊ DEVE EVITAR EM 2020

DEMANDA POR SMARTLOCKERS CRESCE 30% NA LOGÍSTICA DO E-COMMERCE

Coronavírus: como as decisões dos governos afetam nosso bolso?