Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2017

AGÊNCIA DE COMUNICAÇÃO APOSTA EM FERRAMENTA DE GESTÃO E MKT PARA MANTER CRESCIMENTO DE 20% EM 2017

Imagem
Agosto de 2017 – O Core Group (www.coregroup.com.br) conquistou 11 novos clientes no primeiro semestre de 2017, fechando o período com 29 empresas no portfólio de atendimento nas áreas de assessoria de imprensa, marketing digital, consultoria e marketing. Com as novas contas, a agência mantém a projeção de ampliar o faturamento em 20% neste ano, apostando em especial no Go-To-Profit (GTP), serviço exclusivo que alia ferramentas de gestão e marketing para atuar no aumento do faturamento e redução de despesas dos clientes. Passaram a ser atendidos pelo Core no primeiro semestre a Seguros Unimed, Daiso Japan, Grupo Souza Lima, Beleza do Bem - Sumirê Fashion Show, Dark Poison Coffee Co., Physis Jardinagem, Feira do Circuito das Malhas, Aliança, Rossi & Gonçalves Clínicas Odontológicas, Núcleo Ser e Instituto Lisondo. A diretora de Marketing e Vendas do Core Group, Mônica Lobenschuss, explica que mesmo em época de dificuldades econômicas, as empresas estão cada vez mais conscientes de …

TRANSPORTE DE CARGAS: EMPRESAS DEVEM FICAR ATENTAS AO NOVO MODELO MDF-E 3.00

SETEMBRO DE 2017 - No próximo dia 2 de outubro, vence o prazo final para as empresas se adaptarem a versão 3.00 do MDF-e (Manifesto de Documentos Fiscais eletrônico), que deve ser observado pelas empresas de transporte de carga.

A empresa emissora do MDF-e deve gerar arquivo eletrônico contendo as informações do veículo de carga, condutor, previsão de itinerário, valor e peso da carga, documentos fiscais, seguro, comprovante de pagamento de autônomo ou equiparado (CIOT), bem como as informações do vale-pedágio, quanto for o caso, entre outras. Também haverá mudança de leiaute para o CT-e.

A advogada tributarista na área de transporte, Requel Aparecida de Jesus explica que a versão 3.00 do CTe e MDF-e não traz inovações na legislação fiscal, mas impõe novas regras de validação das regras de negócio que visam melhorar e evoluir com os controles de análise, geração e registro dos fatos econômicos e fiscais. “A versão 3.00 do CT-e ficou mais simples, pois, inúmeros campos de informações …